Moonbikers News

Minha foto
Nome:
Local: São Paulo, Sudeste, Brazil

Sou dona risada! adoro bike e apesar de mil caidas, ainda não desisti! Quero ficar bem velhinha, andando de bike, nem que seja de cestinha na frente. Adoro ficção e apesar disso tudo,sou formada em jornalismo. Tenho uma confecção de roupas para ciclistas e adoro fazer isso também.

31 março 2010

COPA PEDAL LEVE, VENHA PARTICIPAR

PERNAS PRA QUE TE QUERO!
pRA PEDALAR NAS ALTURAS
ALCANÇAR O CÉU MAIS BELO
PRA COMETER MIL LOUCURAS!!!


PEDAL LEVE, PRECISA VER MARCA...RS... POR QUE PEDALAR LÁ, É PARA VC. SE DESAFIAR!!!!!

4 de Abril, em CAMPINAS... DESAFIO CAMPINAS CUP

A Moon Bikers está lançando 3 modelos de Camisas. Todas desenhadas por um designer que como a gente, anda e ama bike!
Junto com este lançamento, nos próximos dias, teremos mudanças no site, então aproveite agora, os preços, e mais tarde, o novo visual, vibrante, alegre, assim como nós..... bikers





ai..que preg... Que nada ... levanta e vai PEDALAR!


rs... mas isso, é para quando vc. chegar morto em casa...pensando em ficar deitado! Não faça isso! levanta, crie energias, e vá pedalar!! Tá cheio de passeios pela cidade, de gente incrível, de coisas interessantes!


Quarta-feira

CAB – Clube Amigos da Bike

Para ciclista mais experiente, ideal que você já tenha condicionamento e muito contato com a Bike. Se você esta parada a algum tempo ou não tem condições de enfrentar esta distância vá primeiro no Pedal de Segunda para testar seu condicionamento.

Percurso: De 30 a 35 km
Horário: Saída as 21h (pontualmente), por volta de duas horas de pedal
Encontro: Ponto de Encontro Parque das Bicicletas – SP
Nível: Moderado
Link: http://www.cab.com.br/index.php?option=com_content&task=view&id=59&Itemid=167

Ciclo +MAIS+.Bike – Laboratório Buenos Ayres

Outra opção para quem procura um passeio leve.

Percurso: De 10 a 15 km
Horário: Encontro às 20h30 e saída as 21h
Encontro: Rua Sergipe, 120, Consolação
Nível: Iniciante
Link: http://www.buenosayres.com.br na aba Agenda.
Dica: O passeio é automaticamente cancelado nos feriados, vésperas de feriado e quando estiver chovendo

Sport Star Bikes

Não confundir com o grupo Star Bikers. Os passeios saem de frente à loja, que fica aberta no momento da saída para a compra de alguma coisa que precise. No site da loja você pode se cadastrar para receber os convites dos passeios. Também faz parte do grupo Go! Biking.

Percurso: por volta de 25km
Horário: Saída as 21h
Encontro: Rua Haddock Lobo, 946
Nível: Moderado
Link: http://www.sportstarbikes.com.br/
Dica: Em dias de chuva se informe sobre o cancelamento do passeio, se cancelado acontecerá na quinta.

Sampa Bikers

Um clube de ciclistas bem tradicional de São Paulo. O passeio é realizado em um único grupo. São duas horas de passeio em um percurso de 20 a 25 quilômetros . Os roteiros sempre são definidos no local, de acordo com o número de participantes e a cada semana preparamos um roteiro diferente. Para participar do passeio noturno é obrigatório o ciclista estar vestindo a camisa oficial do Sampa Bikers, que é vendida no local de saída da pedalada.

Percurso: 20 a 25km
Horário: Saída as 21h
Encontro: Camelo Pizzaria, Av. Pres. Juscelino Kubitschek, 151
Nível: Turismo Moderado
Link: http://www.sampabikers.com.br/?ver=passeios/home.asp

Biketoor (Temporariamente suspenso)

O passeio noturno é destinado à pessoas com prática em pedalar em ruas e avenidas.

Percurso: 20 a 40km
Horário: Encontro as 20:30h e saída pontual ás 21h
Encontro: Em frente a loja Biketoor – Rua Albertina Mallan Zaffia, 93
Nível: Moderado
Link: http://www.biketoor.com.br/site/?id=5

Lokobikers

Percurso: 45 a 55 km, com média acima 23km/h
Horário: 21:00h com retorno às 23:00h.
Encontro: Parque das Bicicletas, localizado na Av. Indianópolis, esquina com a Av. Ibirapuera, mas precisamente na Rua Irae
Nível: Forte
Link: http://www.lokobikers.com.br/agenda.php

29 março 2010

quem quer pedalar hoje a noite???

E as informações vão passando!! essas, peguei do Marcelo Rudini, super organizadinho... amanhã, coloco os de terça! Vamos ver???

Segunda-feira

Bike Town

Faz parte do grupo Go! Biking e é uma boa opção para os que moram na região do Campo Belo, e que estão começando a pedalar.

Percurso: De 25 a 30 km
Horário: Saída as 20:30h com retorno por volta da 22:30h.
Encontro: Rua Antônio de Macedo Soares, 1578, Campo Belo
Nível: Leve a moderado
Contato: Celso (11)5093-1038 e (11)5093-1039

CAB – Clube Amigos da Bike

O CAB é um grupo extremamente organizado. Esse passeio é para ciclistas iniciantes, ideal que você já tenha um pequeno contato com a Bike. Muito bom para ir ganhando ritmo e treinar. Além de contar com o apoio da galera do CAB.

Percurso: De 10 a 15 km
Horário: Saída as 21h (pontualmente), por volta de uma hora de pedal
Encontro: Ponto de Encontro Parque das Bicicletas – SP
Nível: Iniciante
Link: http://www.cab.com.br/index.php?option=com_content&task=view&id=58&Itemid=167

Ciclo +MAIS+.Bike – Laboratório Buenos Ayres

Outra opção para quem procura um passeio leve.

Percurso: De 10 a 15 km
Horário: Encontro às 20h30 e saída as 21h
Encontro: Rua Sergipe, 120, Consolação
Nível: Iniciante
Link: http://www.buenosayres.com.br na aba Agenda.
Dica: O passeio é automaticamente cancelado nos feriados, vésperas de feriado e quando estiver chovendo

Starbikers

É um grupo anda desde 2001, muito bacana e experiente. Onde os roteiros de segunda são direcionados para aqueles que desejam melhorar o condicionamento físico.

Percurso: 40 km com média horária de 20km/h
Horário: Encontro às 20h30 e saída as 21h
Encontro: Pizzaria Piu Bella, localizada na Av. Onze de Junho, 372 – Vila Mariana
Nível: Forte
Link: http://www.starbikers.pre.nom.br
Dica: O passeio é realmente forte, tenha certeza sobre o seu condicionamento!

ABCD Bikers

Percurso: para iniciantes
Horário: 20 horas.
Encontro: Posto de Gasolina na frente da Faculdade Mauá de São Caetano do Sul (Praça dos Andarilhos)
Nível: Leve
Link: http://www.abcdbikers.multiply.com ou http://www.orkut.com.br/Main#Community.aspx?cmm=18559069

Lokobikers

Percurso: 35 a 50 km, com média acima 17km/h
Horário: 21:00h com retorno às 23:30h.
Encontro: Parque das Bicicletas, localizado na Av. Indianópolis, esquina com a Av. Ibirapuera, mas precisamente na Rua Irae
Nível: Médio
Link: http://www.lokobikers.com.br/agenda.php

PEDAL VERDE NO IBIRAPUERA

Lindo domingo, fomos lá, cantar parabéns pelo primeiro ano, com sucesso, do PEDAL VERDE !!!
A turma toda para registrar o momento!!

Silvio, um biker solto no Parque do Ibirapuera, de repente participando do evento, com pés e mãos..rs...

Domingo lindo de sol. Domingo nublado de sol. Isso é São Paulo. Peguei minha bicicleta e fui andar pelas ruas ainda tranquilas, com um sol cálido, que de repente resolveu se mostrar, numa antes cinzenta manhã... O ar ainda estava úmido e gélido, o que pra mim é sempre muito agradável... Adoro dias cinzentos..
Este, já fez sua parte, plantou uma árvore, que doou por estar grande demais, para o Parque do Ibirapuera e teve Valentina, a pequena guerreira, que foi acompanhar de perto, sua árvore ser plantada!
Numa descida, seus olhos se enchem de lágrimas, o que acaba provocando muito mais adrenalina, principalmente passando por ruas de onde podem sair vários carros... mas vc.está ali, andando de bicicleta e curte cada segundo....
Nas subidas, o ar entra em golfadas e as vezes a gente até fecha os olhos.... quando é muito grande, vc. olha para os pneus, imaginando que está numa reta ou chegando ao seu destino... prática dos "olds"....rs
Amarrando a pá na bike..
Quando percebi, já estava a meio caminho, perto do Ibirapuera... Entrei pelo portão do Manequinho Lopes e fui me encontrar com uma outra turma de biker, muito especial....São pessoas que vivem em Sampa e trabalham por ele. Pessoas que doam uma parte de seu domingo, para que esta nossa cidade cinzenta se torne mais verde...
Amarram pás, cavadeiras, árvores em suas bikes e tocam para os lugares no intuito de ali, deixar sua marca e criar uma história... por sinal, igual ao Manequinho Lopes.

Ontem, não saimos do Parque do Ibirapuera. As chuvas arrancaram, como em vários lugares,
algumas árvores do parque.
Então o Pedal Verde resolveu arrumar a casa, antes de sair novamente para as ruas.
Pegamos os apetrechos, demos uma volta simbólica, e fomos ...plantar as mudas, dentro do nosso parque...
Pessoas que andavam no Ibira ontem, acabaram entrando no grupo e de repente, lá estavam, cavando o chão, para esperar o nenen árvore que chegava...
Cira, cortando o "bolo", após cantarmos o parabéns ao Pedal Verde.
O sol, penetrando por entre as árvores altas, e dava um ar de mistério... iniciado em 1.927, pelo próprio Manequinho, quando então, num terreno pantanoso e alagiço.
Todo mundo cantando...rs
foi Divertido!!
Mas o cheiro bom, estava lá... aquela terra úmida, perfumava o ar, tornando o domingo muito especial....
Além do mais, estamos incentivando o nosso futuro a seguir os passos do pedal Verde, para que ele se torne cada vez maior e mais conhecido!!
No domingo do Pedal Verde, tenho certeza de que estarei lá, pois são ações assim, que fazem a diferença... enquanto tantos jogam fumaça cinza... mal humor, estress e falta de educação, o Pedal Verde espalha bom humor, companheirismo, ar puro e muitas, muitas árvores para mudar um pouco, a cor da nossa linda cidade....
Oba! Plantei também... Essa, que não consigo lembrar o nome, era a da Valentine!

27 março 2010

BICICLETADA GHOST HOJE

Boa tarde a todos.

Dentro de algumas horas, a partir das 17h, acontecerão edições da
Bicicletada por todo o mundo. Em Rio Claro não será diferente. Nesta
edição a Bicicletada de Rio Claro terá o triste tema: "Ghost Bike -
Homenagem a Talita Barros"

Anexo segue o manifesto que exibiremos no local da manifestação.

Pedimos a todos que comparecerem que vão de preto em sinal de luto.

Até daqui a pouco, com chuva, neve ou furacão. A bicicletada tem
início às 17h, com saída às 18h da Praça da Liberdade em frente a
Igreja Matriz.

Saudações ciclísticas

___________________________________
Federação Paulista de Mountain Bike
Fone/Fax: 55 19 35570992
http://www.cbmtb.com/sp

2/4 LAZER NA MATA OFERECE PASSEIO NA CIDADE

E FORA DELE! Para quem gosta de caminhadas, aventurando-se por matas paulistanas, eis aqui, uma ótima opção!


30 -05 COPA VALE DO AÇO DE METB

A cada ano procuramos melhorar, superando as adversidades com muito trabalho e dedicação e por isto anunciamos a “Copa Vale do Aço de MTB – 2010”. Nos anos anteriores, procuramos trazer novidades. Este não será um ano diferente, a primeira grande novidade será a premiação aos melhores atletas da copa, alem de troféus, estamos estudando outros prêmios.

Serão três as etapas da copa:

1ª Etapa em Cel. Fabriciano na APA da Biquinha, no dia 18/04/10 (cross-country).

2ª Etapa em Timóteo, no dia 30/05/10.

3ª Etapa maratona da Lagoa Silvana, no dia 19/09/2010.

Estamos procurando novos atrativos e mais emoções para você ciclista. Em breve estaremos entrando novamente em contato, para lhes informar as novidades, trajeto, altimetrica, distancias, custos, hotéis conveniados etc.

Esperamos encontrar você aqui em nossas provas ou em uma boa pedalada por ai.

Um abraço,

Equipe AVACI

Associação Vale do Aço de Ciclismo

Fale conosco: e-mail: avaci@avaci.com.br

Em breve outras informações no site: www.avaci.com.br

Conheça um pouco das cidades da copa:

http://www.fabriciano.mg.gov.br

http://www.timoteo.mg.gov.br

http://www.ipatinga.mg.gov.br

1º de Abril - CORUJÃO DO STARBIKERS

Podem começar a espalhar. Dia 1º de Abril é dia de Corujão (e não é mentira.....).

Um grande abraço.
Prê.
webmaster@starbikers.pre.nom.br
www.starbikers.pre.nom.br

O PRIMEIRO DO ANO !!!

Companheiros ciclistas.


Corujão na Quinta-Feira, 01/04/2010.
Para aqueles que não vão viajar no Feriadão da Páscoa, excelente oportunidade para pedalar pelas ruas de São Paulo com o grupo Starbikers.


O roteiro terá aproximadamente 60 kms (como de costume) em ritmo leve.
Por este motivo, a previsão de término é por volta de 01h30 da manhã.
Haverá parada para descanso e lanche.


Local e horário de saída: Pizzaria Piu Bella, na Rua 11 de Junho, 372 às 21h15 (em ponto).


Para participar, basta colaborar com R$ 5,00 (sem exceções, por favor).


O total arrecadado será convertido em produtos a serem doados ao Lar de Senhoras São Vicente de Paulo, localizado na Rua Turiassú, Lapa.
As dicas de segurança são as mesmas (bike em ótimas condições, capacete obrigatório, fones de ouvido proibidos).
Em caso de chuva, infelizmente o passeio será automaticamente cancelado.
Para aqueles que vão viajar, divirtam-se e cuidado nas estradas.
Um grande abraço.
Prê.

26 março 2010

e ai, Vamos emagrecer??

MAIS UM, DAQUELES ÓTIMOS TEXTOS FEITOS PELO MAX!!! Ele surpreende a cada vez, então, reamente é o que sempre pensei! 20 kg a menos, depois do meu acidente com a quebra da fíbula e tíbia, me vi pesada, gordinha, mas nunca sem força de vontade. Fui ao médico e sim, ele me receitou algo para controlar o apetite, que é claro, eu esquecia com frequencia... Tomava uma vez por dia, e os comprimidos,que eram para demorar 2 meses, acabaram perdendo a validade dentro da gaveta....
Quando comecei a perceber, os quilos estavam indo embora, vagarosamente, minhas formas, aos poucos, sendo recuperadas...
Então, se vc. está realmente acima do peso, ou mesmo quer perder um pouquinho, aumente o seu treino, dê um up para seu corpo...vc. não sabe o que isso faz bem!!!
Encontrar alguém que não a via, há tempos e ele dizer que eu era a metade da mulher que ele conheceu, faz um bem enorme, pro ego ....hahahahahaha

E agora, o texto, sempre impecável do Max


Em pensamentos reflexivos no dia da maldição do velhinho da van, conversando com o Oswaldo, resolvi mostrar em números e equações a diferença que é feita em termos de tempo com relação a diminuição do peso da bike e do ciclista (mesmo sabendo que todos nós somos preguiçosos, inclusive eu, e prefiro tirar 500g da minha bicicleta do que perder 1 kg de barriga).

Suponhamos que Oswaldo pedala com uma potência de X watts. Ele vai diminuir seu peso e vai continuar com a mesma potência de pedalada (medida por aparelho, potenciômetro).

Oswaldo pesa 80 kg e o nutricionista disse que pra ele atingir um resultado melhor, ele tem que perder 10kg, passando então para 70kg. A distância percorrida por ele vai ser a mesma.

Potencia = Trabalho x tempo
Trabalho = Força x distância
Força = massa x aceleração

Substituindo

Potencia = massaxaceleraçãoxdistanciaxtempo

Potencia(1)1= massa(1)xaceleraçãoxdistanciaxtempo(1)
Potencia(2)1= massa(2)xaceleraçãoxdistanciaxtempo(2)

Lembrando que ele emagreceu e não perdeu a força nas pernas, ou seja, a potência(2) é igual a potência(1)
Substituindo, chegamos que:

tempo(2)=0,7 x tempo (1)

ou seja, se ele fizer esta distancia em 1 hora, emagrecendo 10 kg ele vai fazer em 52 minutos!

Para um competidor profissional que perde uma prova por 1 segundo, não preciso nem dizer a diferença que isso faz.

Agora, matematicamente, dá pra explicar porque caras como o Cristoph Sauser, retiram a pintura da bike para ganhar 80gramas!
:)
São os famosos segundos vencedores! :)


Espero que gostem das contas e que todo mundo tenha plena certeza que o correto mesmo é tirar peso do corpo (enquanto você tem gordura, óbvio).

Abraços

Max

obs 1: imaginem se, além de perder os 10 kg, Oswaldo faça um treinamento na academia e incorpore mais alguns watts de potencia à sua pedalada? Substituam na equação e vejam o ganho em minutos!

obs 2: fica então provado que, mesmo vc tendo um pouco mais de força nas pernas que o cara do lado, se ele for 5 kg mais magro que você, já era... :) Você vai chegar atrás! :)

AS VANTAGENS DE USAR A BIKE

OBA, ENCONTREI O DONO, É O PADRINHO DO LEOPOLDO, RS..WILLIAN CRUZ

As diversas vantagens de se usar uma BIKE !

A maioria das pessoas estranha quem troca o carro pela bicicleta. Para muitos, parece irreal, excêntrico ou coisa de atleta. Alguns até chegam a ver uma ou outra vantagem, mas não poriam em prática. Talvez o fizessem se conhecessem todas as vantagens de usar a bicicleta em vez do carro particular ou do transporte público.

Para ajudar a entender “por que esse maluco faz isso todo dia” e, talvez, para ajudar a convencer mais pessoas a adotar esse hábito (para o bem de todos nós) eu resolvi relacionar aqui todas as vantagens em usar a bicicleta como meio de transporte.

Economia de tempo
Levo sempre 30 minutos no trajeto do trabalho até em casa (e vice-versa), tendo trânsito ou não, com chuva ou com sol, em qualquer horário. De carro, esse tempo varia entre a mesma meia hora (das 23h em diante) a até uma hora e meia (se for um dia de chuva, em horário de pico). Já cheguei a levar duas horas de carro há alguns anos atrás, quando estavam fazendo reformas nas ruas da cidade, em um dia em que estava frio e choveu. Os Desafios Intermodais realizados em várias cidades do país comprovam que a bicicleta é bem mais rápida que o carro nas g randes cidades nos horários de pico.

Economia de dinheiro
Combustível, estacionamento, flanelinha, seguro, IPVA, troca de óleo, mecânico, funilaria, retoque na pintura… Tudo isso fica para trás. E as peças e eventuais reparos de uma bicicleta têm custo muito baixo, principalmente se comparados com os de um automóvel. O investimento para adquirir o veículo também é muitíssimo menor.

Menos stress no trajeto
Um sinal que abre e fecha três vezes, vinte metros à sua frente, permitindo a passagem de menos de meia dúzia de carros, não há Cristo que agüente…

Mudança no humor
Além da diminuição do stress relacionado ao trânsito, as endorfinas liberadas pelo exercício contribuem para um relaxamento muscular e mental que faz os praticantes de atividade física regular verem a vida com outros olhos. Meu humor melhorou tanto no trabalho como em casa. Um relacionamento melhor com os colegas proporciona um ambiente de trabalho mais agradável para todos.

Produtividade no trabalho
A produtividade no trabalho aumenta, em decorrência do melhor humor e da diminuição do stress. A cabeça tranqüila permite um melhor julgamento em situações críticas.

Menor preocupação com assaltos
Por incrível que possa parecer, eu fico muito mais tranqüilo na bicicleta do que dentro do carro. Se eu vir uma pessoa com atitude suspeita perto de onde eu parei para esperar o sinal abrir, estando de carro eu só posso rezar. Estando na bicicleta, eu tenho uma visão muito maior do que está em volta, o que me permite fugir rapidamente ao ver alguém com atitude suspeita, evitando o confronto. Além do mais, não dá para fazer seqüestro-relâmpago com ciclista… :)

Não coloco a vida de outras pessoas em risco
Uma pessoa tem que ser muito criativa para conseguir matar outra com uma bicicleta. Já com os carros, basta tentar acender um cigarro, atender o celular, mudar a estação do rádio ou mesmo olhar para o lado errado na hora errada e pronto, já existe a chance de ceifar a vida de alguém que está na calçada esperando um ônibus. Os veículos automotores causam 30 mil mortes e 320 mil feridos por ano no Brasil. São números comparáveis aos das guerras. Para se ter uma idéia, no ataque às torres gêmeas de 11 de setembro de 2001 morreram cerca de 3 mil pessoas – um décimo do que o trânsito mata por ano aqui no nosso quintal sem a imprensa se dar conta e sem ninguém se comover além das famílias das vítimas.

Não poluo o ar que meu filho respira
Em São Paulo, a poluição mata indiretamente vinte pessoas por dia, agravando e acelerando problemas como infarto, acidente vascular cerebral, pneumonia, asma e câncer de pulmão. E 90% das emissões de poluentes em São Paulo é causada pelos veículos automotores. Cálculos rápidos: 90% de 20 mortes diárias significa que o uso de veículos motoriz ados causa 18 mortes por dia nessa cidade. E 86% da frota (junho/2009) é composta de motos e carros. São mais de 15 mortes por dia decorrentes da escolha que as pessoas fazem na hora de se locomover. Não quero ser conivente com esses assassinatos.

Respiro um ar menos poluído
E não é só por não gerar poluição! Ao contrário do que se pensa, o ar dentro dos veículos é mais poluído do que o ar do lado de fora. E quem diz isso não sou eu, é a Cetesb! A “Associação da Qualidade do Ar em Interiores dos Estados Unidos” também afirma isso.
91 anos de idade,
ciclista desde os 3

Saúde e vida longa
A atividade física regular previne doenças cardíacas e AVCs, hipertensão, ajuda a controlar o diabetes, aumenta a resistência aeróbica, reduz a obesidade, ativa a musculatura de todo o corpo, diminui a ocorrência de doenças crônicas, faz bem para a saúde do idoso e aumenta o tempo de vida.

Os resultados físicos são visíveis
Há aumento de massa muscular, queima de calorias e melhoria da capacidade respiratória. É uma academia ao ar livre, mais prazerosa e sem a sensação que muitas pessoas têm em relação a atividades físicas, quando elas são realizadas apenas com o objetivo de perder peso ou melhorar a aparência. Nesses casos, o exercício passa a ser encarado como uma obrigação e não um prazer, o que causa uma taxa de desistência muito grande (não é à toa que as academias hoje em dia obrigam a pagar algumas mensalidades antecipadamente na inscrição). A utilização da bicicleta como meio de transporte não é um compromisso a mais para encaixar na agenda: passa a fazer parte da sua rotina, ocupando um tempo que antes era improdutivo e estressante.

Sensação de liberdade
Não há nada que pague passar tranqüilamente de bicicleta por uma fila de carros parados, não se sentir imobilizado no trânsito, ter 360º de visão, poder olhar o chão e o céu, notar casas, pessoas, cheiros, sons, árvores e pássaros, sentir o sol na pele, o vento no rosto… Precisa mais? :)

Quer entender melhor? Dê uma chance a si mesmo e tente!

27.03 100k CLARO

18/04 Bike Tour - Vassouras - Rio de Janeiro

Atenção!!!
BIKE TOUR 2010 INFORMA


As fichas de inscrição já estão em todas as lojas cadastradas!!

Radical Bike - Barra do Pirai

MTB Bicicletaria - Barra Mansa


Tupã Bike - Valença

Mountain Cicle - Paulo de Frontin

Amazonas Bike - Niteroi


Terra Bike - Juiz de Fora

Via Pedal - Rio de Janeiro

Ziza Academia - Vassouras


Inscrições online
http://www.ativo.com/Eventos/MostraEvento.aspx?idEvento=3162

Venha desafiar o seu limite nesse mega evento de MTB na cidade Histórica de Vassouras.
Com a gravação de um Super DVD!!!
8 Mil Reais em Premios
Troféus para todos que completarem o percurso!!!
Troféus para os 5 primeiros de cada categoria!

Esse ano teremos a categoria dupla, junte com algum amigo de pedal e se inscreva, vale para o resultado a passagem do ultimo Biker da dupla.

Dia 18 de Abril, espera
mos por você em Vassouras!!

Informações www.biketourmtb.com.br

3 de Abril TREMEMBÉ/PINDA

Amigos pedaleiros,

nossa aventura explorando os caminhos caipiras da região de Tremembé, aqui no Vale do Paraíba continua. Depois de termos vencido a serra da Mantiqueira indo explorar a área rural de Monteiro Lobato no último dia 16/01, agora é a hora de desbravarmos a encosta da serra virada aqui pro vale.

Próximo dia 3 de abril, sabadão de aleluia, sairemos aqui da Mogaperama com destino à bacia do rio Piracuama, em Pindamonhangaba, para mais um dia de diversão (veja fotos do percurso em anexo).

Com 60 km de percurso, cruzando o arrozal em terras tremembeenses, chegaremos aos primeiros contrafortes da Mantiqueira já em Pinda. Depois de vencer uma subidinha básica pra quem tem sangue no zóio, a primeira parada é na cachoeira dos búfalos para tirar a poeira da garganta e repor energia tomando um delicioso lanche. Com uma grande queda d'água este banho é capaz de tirar qualquer stress que insista em atormentar nossos aventureiros.

Depois deste relax, mais um pouco de pedal para alcançarmos a cachoeira das onças, no rio Piracuama. Com diversas quedas, hidromassagens naturais e um enorme poço para dar umas braçadas, dificilmente não se saia deste passeio com energia renovada.

Lembro que em nossos passeios sempre somos acompanhados por carros de apoio que carregam lanche de trilha para repor nossas energias, mecânico para alguma emergência na magrela e kit primeiros socorros caso haja algum imprevisto.

Como se trata de cicloturismo o intuito é sempre interagir com o meio explorado, aumentar o círculo de amizade e se divertir muito, cada um no seu ritmo. O carro de apoio vai sempre atrás do último participante e caso alguém não aguente é só pular pra dentro.

Participem! Será um prazer dividir esta experiência com vcs.

Paz e bem a todos

Saudações caipiras

Paulo Sanchez – equipe mogaperama

dicas M. Rudini Pedaladas de 27 de Março a 4 abril

Próximos pedais da semana entre 27 de março e 4 de Abril:


Pedal da Coruja – Campinas - SP


Trilha Pedra Branca

Pedalada Ecológica – Juiz de fora

Volta à Ilha de São Francisco do Sul – SC


Circuito de Ciloturismo Costa Verde e Mar - SC

Juca vai à Lapa – Circuito Lapinha Tabuleiro - MG


Páscoa em Urubici

Páscoa em Telêmaco Borba – PR


Cicloturismo Caminhos Caipiras – Tremembé - SP


Acesse a seção de Eventos do site para saber datas e detalhes dos pedais.

Visite Bikers Brasil em:

24 março 2010

TODA SEGUNDA FEIRA, PASSEIO LEVINHO - SP

PASSEIO NA RUA AIMBERÉ


divulga o passeio da freecycle!
acontece tda segunda-feira as 20:40
saindo da frente da loja (rua aimberé, 91, esquina da sumaré)
trajeto definido semanalmente
passeio leve, urbano e gostoso
cerca de 20km

PROPÍCIO PARA INICIANTES, NÉ???

GENTE QUE PEDALA: PIRANGUÇU: A MALDIÇÃO DO VELHINHO DA VAN



Max Domingues, é um amigo querido, que assim como a gente, vive, come, dorme, pensa ... bike. Prá ele, pedalar é o que importa, e portanto, tanto faz MTB como SPEED.

Ele se diverte e o melhor, sabe passar estas impressões tão maravilhosamente bem, que tenho que compartilhar isso com vcs..

Max, de vc...só posso dizer....camarada, mano véio,...tu é tudo de bom!!!
rs
beijos

É LONGO, MAS É DIVERTIDO! LEIA ATÉ O FINAL!

Domingo passado (21/03/2010) pode ser considerado como o dia (até então) mais sinistro da minha curta carreira ciclística e agora conto a história...

Saindo de Campos do Jordão com destino a Piranguçu (estado de MG, por asfalto mais ou menos 100km de campos de jordão, por estrada de terra, 41 km) pegamos um domingo meio nublado mas ótimo para pedalar.

Saimos da cidade de Campos do Jordão mais ou menos 9 horas e fomos rumo a Piranguçu por uma estradinha de terra bem interessante, sem muitos carros (o que viria a ser um problema na volta) e , como em toda a região da serra, com muitas subidas e descidas, praticamente nenhum plano.
Devagarzinho fomos enfrentando todos os morros, são praticamente 2 pequenas "serras" de 4km que se tornam a maior dificuldade até chegar no ponto final de subida (a represa de piranguçu que está representada nas fotos a seguir). Depois de mais ou menos 3 horas pedalando, chegamos até a represa e até então eu não tinha tirado nenhuma foto, resolvi tirar porque estava interessante a água sendo vertida para a cachoeira que tem ao lado da represa (que também está representada em uma das fotos). Muito bacana o lugar, bonito mesmo! Vendo no google earth, percebe-se que existem várias coisas interessantes ali por perto, igrejinhas antigas, pedalinhos, bosque com árvores centenárias, coisas que eu não pude ver, infelizmente, pelo motivo que virá a seguir.Domingo passado (21/03/2010) pode ser considerado como o dia (até então) mais sinistro da minha curta carreira ciclística e agora conto a história...

Saindo de Campos do Jordão com destino a Piranguçu (estado de MG, por asfalto mais ou menos 100km de campos de jordão, por estrada de terra, 41 km) pegamos um domingo meio nublado mas ótimo para pedalar.
Saimos da cidade de Campos do Jordão mais ou menos 9 horas e fomos rumo a Piranguçu por uma estradinha de terra bem interessante, sem muitos carros (o que viria a ser um problema na volta) e , como em toda a região da serra, com muitas subidas e descidas, praticamente nenhum plano.
Devagarzinho fomos enfrentando todos os morros, são praticamente 2 pequenas "serras" de 4km que se tornam a maior dificuldade até chegar no ponto final de subida (a represa de piranguçu que está representada nas fotos a seguir). Depois de mais ou menos 3 horas pedalando, chegamos até a represa e até então eu não tinha tirado nenhuma foto, resolvi tirar porque estava interessante a água sendo vertida para a cachoeira que tem ao lado da represa (que também está representada em uma das fotos). Muito bacana o lugar, bonito mesmo! Vendo no google earth, percebe-se que existem várias coisas interessantes ali por perto, igrejinhas antigas, pedalinhos, bosque com árvores centenárias, coisas que eu não pude ver, infelizmente, pelo motivo que virá a seguir.

Como a partir da represa eram 13 km de downhill até chegar a Piranguçu, fomos convidados pelo guia do dia, Sr. Paulo, a irmos até a cidadezinha, conhecê-la e almoçar por lá retornando após uma leve digestão.

A estrada de volta subiria estes mesmos 13 km mas chegando na represa, viraria para outro lado e o complemento até campos do jordão, seria por uma outra estrada, diferente da que tomamos na ida.
Pois bem, descemos até Piranguçu. Já neste momento percebi que não era meu dia de sorte pois minha suspensão estava totalmente sem ar e eu, inocentemente, achei que era um problema qualquer e não me atentei em verificar com mais propriedade. Resultado, a cada pequeno buraco, a suspensão batia como se fosse em fim de curso e as mãos e até o dedo do pé doía de tanto solavanco. Num determinado momento resolvi parar e em vi que realmente estava totalmente vazia. Por sorte, eu havia levado minha bomba que enche suspensão e coloquei 120 libras e as coisas voltaram ao normal. Neste momento, vendo a cidade lá embaixo, pensei em tirar uma foto mas mudei de idéia e achei na volta, na subida por ser mais devagar, eu iria poder fotografar tudo com mais propriedade...Ledo engano...

Chegando em Piranguçu, fomos almoçar num restaurantezinho com comida típica mineira, 12 reais pra comer o quanto aguentar, frango ao molho, carne de porco, macarrão, arroz, feijão e muita coca-cola em garrafa de vidro (1,5 litros) , coisa que é mais difícil encontrar e é bem mais gostosa de beber, pelo menos eu acho! :D

Durante o almoço uma chuva teimosa resolveu cair como mostra a foto e aí começa a "maldição do velhinho da Van".

Fortemente defendida pelo Oswaldo (Gary Fisher) a tese de que não deveríamos voltar pedalando e sim procurarmos uma van para voltarmos (pois ele queria tomar cerveja e tava com preguiça de voltar na chuva), o mesmo resolveu ir procurar alguém que pudesse nos levar de volta. Ficou sabendo que ao lado do restaurante tinha um senhor que era motorista de van e poderia nos levar. Pouco tempo depois voltou com um velhinho com uma bacia em cima da cabeça que era usada como guarda-chuva olhando nossas bicicletas e dizendo que cabia todo mundo, 2 iriam meio apertados mas que era tranquilo.
Como somente o Oswaldo queria ir de van e o resto não, o senhorzinho já percebendo que poderia perder o frete começou a fazer pressão psicológica do tipo: "mais tarde eu tenho compromisso viu?". Ele queria cobrar 200 reais e eu achei um preço razoável na verdade...Quando ele viu que não iríamos mesmo de van ele disse: "Não vou mesmo ganhar os meus 200 reais???"
Brincamos que iríamos pedalando e saímos mesmo na chuva.
Muito provavelmente nesta hora ele deve ter pensado: "algum destes bobões vai empurrar a bicicleta até campos do jordão para eles que deveriam ter contratado meus serviços!!" Abracadabra!

Já quase 15 horas (ou mais), saímos com chuva e tudo (que parou pouco depois e até abriu um solzinho tímido), nos primeiros quilômetros já o primeiro sinal da maldição: um pneu furado. Consertamos rapidamente e voltamos a pedalar lembrando que os 13 km do downhill da vinda seriam 13 km de uphill na volta e mais a parte final do trajeto que NINGUEM ainda tinha feito e ninguem sabia o nível de dificuldade.

Pedala aqui, pedala ali, e o chamado "chainsuck" começa a incomodar. Chainsuck é quando entra barro, grãos de areia na corrente e rolagem "trava" e isso pode levar a tombos e quebras de câmbio...
Ouvindo os primeiros barulhinhos de chainsuck e sentindo que meu equipamento estava todo danificado por barro (oriundo da vinda em uma parte onde a máquina da prefeitura passou e deixou a terra fofa que se acumulou em todos os pontos da bicicleta), diminuí a marcha para coroa do meio e catraca maior (34T) e vim pedalando bem devagarzinho, deixando o "pelotão de 6" subir mais animadamente a frente quando de repente, num entrave de chainsuck meu cambio traseiro se parte, quebra, e a partir daí começa o martírio...

Primeira atitude: pegar a chave de corrente, tirar o cambio quebrado, colocar numa marcha somente e ir pedalando assim mesmo. Depois de várias tentativas do Johnatan e Oswaldo (que inclusive tirou 2 coroas pois segundo ele elas estavam fazendo com que a corrente mudasse de lugar), vimos que não ia adiantar nenhuma configuração de corrente. Conclusão: empurrar morro acima (lembrando que eram 13 km!!!!!) enquanto os colegas da frente iam até Campos e voltariam para nos resgatar. Isso era mais ou menos 15:30.

Falei pro Bóia e pro Johnatan que podiam ir na frente, que eu ia empurrando e que "rapidinho" eles chegariam la no carro e viriam me socorrer. Felizmente eles negaram e ficaram me fazendo companhia o que se tornou a minha sorte pois como ninguém conhecia a dificuldade do caminho da volta, o que achávamos que seria uma "baba" da represa até campos do jordão, nada mais era do que a PIOR parte do trajeto. Apesar da estrada de terra ser com subidas pouco ingrimes , ela dava "apenas" na estrada que liga São Bento do Sapucaí até Campos do Jordão!! Para quem já foi por ali, sabe do que eu to falando...Morros de asfalto INTERMINÁVEIS, e uns 500 metros ou mais de desnível! Distancia em asfalto de morro a ser percorrida até campos: mais ou menos 10 km de morro!

Meu objetivo era chegar na represa pois eu achava que até eu chegar lá empurrando os 13 km, os que foram na frente já teriam pego o carro e nos alcançariam naquele ponto...Mais um engano...

Com muita dor nos tendões de aquiles e muita paciência, fui empurrando morro acima com a companhia dos 2 amigos que praticamente perderam seu passeio pois tiveram que ir na mesma velocidade que eu, ou seja, 3km/h de média com várias paradas para diminuir a dor nas costas e nas pernas...

16 horas...17 horas...17:30...Os 13 km da subida parece que não iriam acabar nunca e a represa nunca ia chegar...

A estrada que outrora tinha alguns carros passando, neste dia resolveu ficar totalmente vazia! De vez em quando passava algum pequeno carro ou moto, mas nada de uma pickup, caminhonete , caminhão, nada...A cada barulho de motor vinha a idéia de uma caminhonete totalmente vazia atrás, prontinha para jogarmos as bikes e irmos de carona até Campos...Nada..O desespero e a "ilusão" auditiva chegaram ao cúmulo de eu ter certeza que o barulho do motor era de uma F-4000 quando na verdade era de um fusquinha bege 1976...

Uma chuva resolve cair também...

Empurra, olha pro chão, pensa na vida, pensa no velhinho rindo lá embaixo, empurra, sente a chuva cair nas costas e imagina se um dia conseguirá sair daquela situação...

18 horas, quase escuro...finalmente a represa chega! Meu objetivo havia sido atingido

Como não tinha ninguém lá mesmo, pra não perder tempo, viramos no caminho que seria o normal e continuei empurrando.
Nesta hora, como haviam varias pequenas descidas e vários semi-planos, abaixei o selim para poder fazer tipo um "esqui-ciclistico" e ficava sentado batendo o pé pra pegar embalo e ainda fui empurrado pelos colegas que arriscavam levar um tombo naquelas estradas cheias de buracos com água de chuva e nem dava pra ver direito se eram fundos ou não.

Entre "esquiadas" e empurradas a noite caiu. A estrada que já não é movimentada, não tem muitos sítios a beira da estrada e está dentro de uma área de preservação densamente povoada de árvores altas virou uma selva. Em alguns momentos as árvores tampavam a lua que foi uma benção é ajudou a enxergar boa parte do trajeto. Estas árvores da serra da mantiqueira soltam um tipo de "cachecol marrom" que às vezes vc olhava pro chão e pensava que podia ser uma cobra enrolada (depois que me deparei com uma cascavel ali no urbanova, isso era mais do que possível). O negócio era rezar e ir andando o mais rápido e torcer para um farol vindo em sua direção ser dos seus amigos.

Nada de farol ....

Os que vinham, eram de motos que nem paravam pra nos perguntar se precisávamos de algo pois provavelmente estavam com medo de 3 malucos, de noite, chuva, no meio do mato, empurrando bicicletas...

Em vários momentos vinha a pergunta: "será que estamos indo no rumo certo? Será que aqui dá na tal estrada de asfalto?"

Nada de farol...

Se estivéssemos no rumo errado, quem viria nos resgatar nunca nos encontraria!

Nada de farol...Nada de nada...Só selva, escuridão e uma baita dor nas pernas e nas costas que neste ponto já era oriunda de empurrar 13 km morro acima e mais uns 5, 6 no semi-plano...

De vez em quando um vulto passa do lado e quando você vê é um cachorro! Leva um susto.

Outra hora os vultos resolvem latir (pelo menos avisam).

E nada de farol...Nada de resgate.

Pra não dizer que não apareciam farois, de meia em meia hora passava um carro que vc tinha certeza que era a caminhonete do resgate mas era todo tipo de carro, menos o resgate até que uma hora praticamente pulei na frente de um que passava pra perguntar se estávamos no rumo certo.
Resposta do condutor: "sim, vcs estão no rumo certo...o asfalto está daqui uns 2 km." (depois, andando vimos que estava mais ou menos 6 km!!)

Empurra...Empurra...
Pensa que não vai sair daquela, mas pelo menos não está sozinho.
20:30 da noite...
"Será que eu vou conseguir ir trabalhar amanhã?"
"Será que eu vou conseguir voltar pra casa?"

Praticamente quase chegando no asfalto, um farol que vem é finalmente o salvador! Nosso amigo Silvio finalmente chegou.
Como quem foi na frente nao sabia a pancada que enfrentariam, eles também pegaram a estrada de São Bento a Campos , de noite, sem farol (uma das boas lições do dia) e sofreram muito para chegar lá.
Eu , empurrando, estava menos de 2 horas de diferença deles.
Sem acreditar muito que a salvação havia chegado, colocamos as bikes na caminhonete e fomos para campos que nesta noite devia estar com 11 graus de temperatura, mais ou menos (de manhã , na vinda, estava com 15 graus).

Consegui ir pro carro e fomos até uma lanchonete. Comi 2 lanches tremendo de frio igual bambu e finalmente iniciamos o retorno pra casa.
Várias coisas aconteceram neste tempo todo mas se eu for escrever tudo, vira um livro.

Lições aprendidas:
1 - Passeio com mais de 50 km na serra da mantiqueira: LEVE FAROL! Uma quebra de câmbio ou algo que faça alguem empurrar pode acabar com seu dia e vc ainda vai ficar na "selva" e no escuro.
2 - Nunca mexa com velhinhos motoristas de van. Se chegar a conversar com ele, CONTRATE SEUS SERVIÇOS.
3 - É uma boa carregar uma gancheira igual a que vc usa e , quem sabe, um cambio destes mais "simples". É algo a se pensar em passeios maiores em lugares desconhecidos e sem muita condição de resgate.
4 - Sua bike está cheia de barro? Começou a dar sinais de chainsuck? Dê um jeito de jogar água na corrente. Por mais que digam que MTB é feito para andar no barro e tralalá, o equipamento NÃO É PREPARADO PARA ISTO!!! Barro , areia , correntes e câmbios não são amigos!!! Óbvio que nas devidas proporções. Quando o barro começa a invadir a sapata dos freios, acumular ali no pedivela e etc, é pq o bixo ta pegando e o perigo de quebra de câmbio é iminente!

O resto, consequência...
Coisas que acontecem mesmo. Quem anda de bike está sujeito a isso. Acho que não tem muito o que fazer nestas horas como prevenção.

O que mais vale no final das contas é a amizade e companheirismo dos colegas que não deixam você sofrendo sozinho.

Gostaria de agradecer publicamente ao Johnatan e ao Bóia que estiveram ao meu lado o tempo inteiro, em alguns momentos até empurraram também pois , pedalar a 3 km/h não dá!
Se não fosse por eles, quando escureceu, eu com certeza não iria ter coragem de continuar sozinho.
Iria ter que parar em algum ponto e esperar sentado (o que ia ser terrivelmente pavoroso!)

Abraços a todos!

Max

obs 1: no arquivo anexo do google earth da pra ver a tal represa. Copiem e colem as coordenadas no google earth e vejam o que são os pontinhos azuis. Muitas coisas interessantes por ali!
obs 2: apesar de todo o perrengue , o passeio é excepcional! vistas lindas! Com certeza eu irei repetir!




PROMESSA DE GRANDES EVENTOS NO CEARÁ

A Federação de Ciclismo do Estado do Ceará (FECEC) e a Escolinha de Ciclismo do Estado do Ceará (ECEC) iniciam no dia 21/03 as suas atividades esportivas. Este ano, as entidades prometem que será um ano pra ficar na história do ciclismo cearense e por que não dizer brasileiro, já que o calendário conta com quatro provas de nível nacional e seis etapas do campeonato estadual do ciclismo nos bairros, além de três provas extras de Mountain Bike, Passeio Ciclísticos e muito mais.

E para dar início ao calendário, no próximo domingo, a partir das 08:30h, os amantes do ciclismo se reunirão no circuito já bastante conhecido pelos os atletas locais que é na Av. Aluisio Azevedo no trecho entre as av. Augusto dos Anjos e Lineu Machado, no bairro Jóquei Clube, onde será dada a largada para o campeonato estadual Ciclismo nos Bairros, certame esse, que serve de seletiva para a formação da Seleção que representa o Ceará nos eventos nacionais.

Outro fato que é de destaque nesse campeonato é que vários atletas irão brigar pelo título o que tornará mais acirrado ainda a luta pelo campeonato são eles: Leorne Rego, Gleiciano Silva, Francisco Adriano, Antonio Gonzaga, além das revelações do ano passado como Leandro Rabelo e José Flávio (Foto), que no último mês brilhou na Volta do Futuro, evento realizado na cidade de São Carlos-SP, onde ele conquistou dois segundos lugares.

A organização promete uma superestrutura para acolher todos os atletas e o público em geral, que de maneira especial, serão privilegiados em prestigiar, alguns dos melhores e maiores ciclistas da atualidade, assistindo assim, de “camarotes”, todos os pegas, fugas e sprints emocionantes, o que fará a adrenalina ir lá pra cima.

As inscrições custam apenas R$ 10,00 e poderão ser feitas até momentos antes do início da competição.

O campeonato estadual Ciclismo nos Bairros é uma realização da Federação de Ciclismo do Estado do Ceará (FECEC) e Escolinha de Ciclismo do Estado do Ceará (ECEC), tem patrocínio da Prefeitura Municipal de Fortaleza, colaboração do Serviço Social do Comércio-SESC, Lojas Rabelo e conta com o apoio de Regiciclo, Mota Ciclo, Água Santa Mônica, além da Polícia Militar do Ceará e do Corpo de Bombeiros.

LANÇAMENTO DE MAIS UM GUIA DO CAVALLARI

Quem quer pedalar com segurança tem muitas alternativas, mas uma das mais gostosas, é aprender a utilizar uma planilha. Nisso, dou o braço a torcer, por que alguns livros do Gui, (nosso amigo lutador, do nosso meio,) estão em petição de miséria em minhas mãos... Usados...rs...como minha bicicleta, por sinal!!
Então, quem gosta, está ai, uma boa opção!!!
Maia


Você ouviu a entrevista que dei na Rádio Eldorado FM sobre o Guia de Trilhas cicloMANTIQUEIRA?
Foi bem legal. Esse livro e o conceito da cicloMANTIQUEIRA, o maior roteiro de mountain bike do Brasil e um dos maiores do mundo, que criei e publiquei em dezembro passado, está pirando o cabeção do pessoal da mídia. Dei também uma entrevista para a Jovem Pan Online...
Você pode me ajudar a divulgar essas entrevistas? Isso pode ajudar muito no meu esforço de divulgação do meu trabalho, dos meus livros e, com isso, ajudar no crescimento do nosso esporte querido...
Segue abaixo os links para as duas entrevistas...

Bjs,
Gui Cavallari

28.03 CICLOVIAGEM PARA JUNDIAÍ - STARBIKERS


Companheiros(as) ciclistas.

Em 28/03/2010 (Domingo), vamos retomar nossas pedaladas intermunicipais.
A primeira delas é para Jundiaí/SP.

No total, são aproximadamente 120 kms pedalados em ritmo de pedalada urbana, com o guia à frente do grupo e todos juntos (sem exceção, por razões de segurança).

Faremos parada para almoço e descanso de 90 minutos em local a ser definido pelo grupo.

Saída: Posto do Açaí, na esquina da Rua Estela com Domingos de Morais, no Paraíso.
Horário: 08h00 em ponto, por favor !

A chegada em Sampa vai depender dos participantes e da Mãe Natureza.
Recomendamos trazer duas câmaras de ar reserva.
E, por último, só saia de casa se estiver em condições de pedalar sem necessidade de ser "rebocado(a)", ok?

Se você está recebendo este e-mail, é porque acreditamos no potencial de suas pernas.
Seja bem vindo(a) e até lá.
Um grande abraço.
Prê.

webmaster@starbikers.pre.nom.br
www.starbikers.pre.nom.br

04.04 - I GP ANDRADINA DE CICLISMO

E JÁ COMEÇA BEM, COM PRÊMIOS E TROFÉUS!!!!! EBA!


Eu não vivo sem suspa!!! Então, tive que passar a informação adiante. Vc que vive fazendo loucuras na terra, passeando ou competindo, dá uma olhada!!!!

28.03 VC. ESTÁ INSCRITO PARA O BIGBIKER?

Se não está, não fique esperando ai sentado, vai lá e faça sua inscrição!! Não perca!!!
DESAFIE-SE!!!!!!!!!!!!!!!!

27.03 Claro PROVA DE CICLISMO NO RODOANEL

25.03 Passeio Via Pedal (Rio)

Sua bicicleta está parada na garagem porque não tem com quem pedalar?

· Quer companhia para passear de bicicleta com mais segurança?

· Gostaria de conhecer pessoas que adoram pedalar assim como você?

Venha pedalar conosco. O grupo conta com a companhia de um Condutor de Cicloturismo,

equipado com ferramentas de bicicleta e primeiros socorros, habilitado a auxiliar.

Com destino até o final do Leblon e volta ao ponto de partida.

E sabe o que é melhor?

É DE GRAÇA!